Benefícios da Semente de Girassol - Receita de Suco Detox

Benefícios da Semente de Girassol - Receita de Suco Detox

Você sabe quais são os benefícios da semente de girassol para a sua saúde? Continue lendo para descobrir, e conheça uma receita espetacular de suco detox com esta semente.



Antes de apresentar uma receita suuuuper saudável de um suco detox com sementes de girassol, vamos falar um pouco sobre os benefícios da semente de girassol para a saúde,  além de conhecer um pouco mais sobre essa planta, cuja flor é tão encantadora e bela e cujas sementes são extremamente nutritivas. 


O girassol caracteriza-se por possuir um caule que pode atingir até três metros. Suas sementes, muito utilizadas para alimentar animais, especialmente pássaros e hamsters, além de servirem como ração para o gado, são uma excelente alternativa para o consumo humano. Podem ser consumidas cruas, torradas ou trituradas, formando um purê. 
O girassol é uma das quatro maiores culturas oleaginosas que produzem óleo vegetal comestível, e está presente nos cinco continentes. Originário dos Estados Unidos e do México, o girassol foi introduzido na Europa no século XVI, e teve a sua produção bastante incrementada por abelhas e outros insetos que ajudam na polinização.
Benefícios da Semente de Girassol - Receita de Suco Detox
As sementes do girassol raramente possuem menos de 30% de óleo em sua composição, podendo chegar a 50% em caso de variedades produzidas por hibridação. 
O óleo produzido a partir dessa semente, não congela em baixas temperaturas, sendo de fácil conservação, e é recomendado pelos médicos na dieta para controlar o colesterol.  
As sementes de girassol contém de 20 a 25% de proteínas que são bem equilibradas quanto à composição em aminoácidos essenciais; contém cálcio, ferro, fósforo, sódio, potássio, vitaminas do complexo B e betacaroteno, que se transforma em vitamina A no organismo. Além de serem ricas em nutrientes benéficos ao organismo, as sementes de girassol possuem um preço bem acessível e são facilmente encontradas.


BENEFÍCIOS DA SEMENTE DE GIRASSOL À SAÚDE


Entre os principais benefícios da semente de girassol estão o poder hidratante, a prevenção de infecções, sobretudo em bebês, e o combate ao câncer, mas há inúmeros outros benefícios. Reduz o estresse e alivia a enxaqueca, devido ao magnésio, presente em sua composição. 
O triptofano e a colina, ajudam no combate à ansiedade e depressão. A vitamina E, abundante nas sementes de girassol, ajuda a combater os radicais livres, além de ser um cicatrizante espetacular, pois regenera as células da pele. Outro elemento favorável à saúde da pele, presente nas sementes de girassol, é o betacaroteno, já que a vitamina A também é um poderoso antioxidante, além de proteger a pele dos efeitos nocivos do sol. 
A vitamina B6, por aumentar o suprimento de oxigênio para o couro cabeludo, ajuda a prevenir a queda de cabelos. Algumas pessoas, inclusive, usam o óleo extraído dessas sementes para hidratar cabelos e pele, por conta dos ácidos graxos e da vitamina E. 
Dentre os inúmeros problemas de saúde que podem ser prevenidos com o consumo da semente de girassol estão ainda: artrite reumatoide, asma, catarata, osteoporose, problemas de digestão, doenças cardiovasculares e colesterol.


RECEITA DE SUCO DETOX COM SEMENTE DE GIRASSOL



Benefícios da Semente de Girassol - Receita de Suco Detox
Além de benéfica para a saúde, como vimos anteriormente, as sementes de girassol são muito saborosas e podem ser usadas nas mais variadas receitas. Este suco detox tem todos os benefícios trazidos pelos sucos verdes, ricos em clorofila, associados às vantagens do consumo de sementes de girassol. Procure beber o suco até 30 minutos após o seu preparo, para que não se percam as suas propriedades.

INGREDIENTES:


  • 1/2 pepino com casca;
  • 1 cenoura média;
  • 2 maçãs grandes;
  • 2 kiwis
  • 2 folhas de couve cortadas em fatias;
  • 2 colheres de sopa de semente de girassol;
  • 1 colher de sopa de semente de abóbora;
  • 1 colher de sopa de hortelã;
  • 100 ml de água.


MODO DE PREPARO

  1.  Processe todos os ingredientes, exceto a semente de girassol e a semente de abóbora (esse procedimento é só para facilitar, mas se você não tiver um processador, pique tudo bem miudinho).
  2. Despeje tudo em um liquidificador e acrescente as sementes de girassol e de abóbora.
  3. Coe o suco para tirar o excesso de sólidos.
Prontinho, é só beber. A saúde agradece. 

Sugestão de livro: 21 hipersucos: para saúde física, mental e longevidade

Scones com gotas de chocolate - Reino Unido

Scones com gotas de chocolate - Reino Unido

Esses scones com gotas de chocolate, comuns no Reino Unido, vão tirar você do sério. Afinal, quem não gosta de um bom pãozinho doce com uma xícara de chá ou de café?



Scones são um tipo de pãozinho rápido, feito com fermento químico em vez de fermento biológico. Teve sua origem na Escócia, mas é muito popular em todo o Reino Unido. 


Há versões doces e salgadas dessa gostosura. Essa receita doce de scones com gotas de chocolate é muito saborosa, prática e rápida de fazer.

INGREDIENTES:

  • 230 g de farinha de trigo peneirada;
  • 1 pitada de sal
  • 30 g de açúcar refinado;
  • 2 colheres de chá de fermento químico;
  • 60 g de manteiga;
  • 100 ml de leite (vá colocando aos poucos, pois dependendo da umidade da farinha, será necessário um pouco mais ou um pouco menos de leite);
  • Gotas de gotas de chocolate a gosto (pode ser substituído por passas de uva, damascos picados, nozes, castanha, coco ralado, etc).


MODO DE PREPARO:

  1. Misture a farinha de trigo, a pitada de sal, o açúcar e o fermento em uma tigela. 
  2. Junte a manteiga com a ponta dos dedos até que se forme uma espécie de farofa.
  3. Acrescente as gotas de chocolate.
  4. Adicione leite aos poucos até formar uma massa homogênea e firme.
  5. Abra a massa em uma superfície polvilhada de farinha, corte com cortadores de biscoitos ou, se não tiver, faça bolinhas e depois dê uma leve achatada.
  6. Asse a 180 graus em forno pré-aquecido. O tempo vai variar, conforme o forno, os meus ficaram prontos em 15 minutos aproximadamente.

Prontinho. Os scones são mais saborosos se consumidos quentinhos. você pode cortá-los com um faca e recheá-los com nata ou com algum doce da sua preferência, e aí é só alegria.

 Dica: Experimente rechear os seus scones com gotas de chocolate, com ganache, e cobri-los com cobertura sabor chocolate preto ou branco. 

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

Alguém já disse que somos o que comemos. Se quisermos saúde, devemos nos alimentar bem. Confira nossas dicas de alimentos que ajudam a aumentar a imunidade, e cuide-se.



A imunidade deveria ser uma preocupação de toda a vida, e não somente em momentos de epidemias ou de pandemias. O fato é que, quanto maior o risco, maior o interesse pela prevenção. As orientações que temos recebido são muito claras, e ajudam muito. Devemos nos alimentar bem e tomar bastante água (além de cuidar da higiene, obviamente). Abaixo listamos alguns dos alimentos que funcionam como coadjuvantes no aumento da imunidade e na manutenção de uma boa saúde.



VERDURAS VERDE-ESCURAS - São fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Verduras como couve, brócolis, espinafre, rúcula, etc.,  ajudam na formação de glóbulos brancos, pois possui ácido fólico em sua composição. Isso aumenta as defesas do organismo. Procure comer esses vegetais tanto cru, quanto cozidos. Porém, não cozinhe direto na água, prefira o cozimento no vapor para que não se percam vitaminas na água.  Caso você não tenha como cozinhar no vapor, procure aproveitar a água do cozimento para fazer uma sopa. Dessa forma, os nutrientes que ficaram na água serão aproveitados. Uma forma muito gostosa de comer brócolis ou espinafre é cozinhá-los no vapor, picá-los e acrescentá-los a um delicioso ovo mexido, bem temperadinho. A rúcula dá um toque especial em sanduíches, sobretudo acompanhada de tomates secos e ricota.

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidadeFRUTAS CÍTRICAS - Já não é nenhuma novidade o fato de frutas como limão, laranja, tangerina, kiwi e acerola serem ricas em vitamina C, e que esta vitamina é essencial para o fortalecimento do sistema imunológico. Então, aproveite para fazer sucos, saldas de frutas. Eu, particularmente, gosto muito de limonada com gengibre.

GENGIBRE - E por falar nele, podemos dizer que seria um grande favor para a nossa saúde se consumíssemos uma pequena dose todos os dias. Além de rico em vitamina C, o gengibre possui ação bactericida. Pode ser usado em sucos, para saborizar a água, ou como tempero.

TOMATE - O tomate é rico em licopeno e, por isso, é um orte aliado na luta contra os radicais livres, mantendo, assim, o organismo mais forte, saudável e resistente a doenças. O licopeno é muito bom para prevenir doenças cardiovasculares. O tomate também possui vitamina C, por isso é bom comê-lo cru, já que essa vitamina não é muito resistente ao calor. No entanto, é conveniente que se consuma tomate cozido também, pois isso potencializa a ação do licopeno. Veja AQUI uma receita de molho de tomate que é uma delícia.


Alimentos que ajudam a aumentar a imunidadeCEBOLA - Sempre que leio sobre a cebola e suas propriedades, agradeço aos céus por gostar tanto desse vegetal, que possui ação anti-inflamatória, antiviral, antibacteriana, antifúngica e antiparasitária, além de prevenir vários tipos de câncer, entre eles de boca, de laringe, de esôfago, de mamas, de ovários e de rins. Enfim, a cebola é um presente da natureza, feliz quem sabe apreciá-la.

PIMENTÃO - Rico em vitamina C e em betacaroteno, que se transforma em vitamina A no organismo, o pimentão é um poderoso antioxidante e fortalecedor do sistema imunológico. Ajuda a prevenir o câncer e combater doenças degenerativas do cérebro. As articulações e osso também são beneficiados com o consumo desse poderoso alimento. Pimentão cai bem como tempero, mas também fica muito bom misturado com a salada, ou desempenhando o papel de protagonista em uma bela receita de pimentão recheado.

PIMENTA - Da família do pimentão, é um alimento muito parecido com este em suas propriedades, sendo um poderoso antioxidante, muito bom para prevenir envelhecimento precoce. Além disso, ajuda a combater a obesidade, pois é um alimento termogênico. É um grande auxiliar do sistema imunológico.

Alimentos que ajudam a aumentar a imunidadeALHO - Esse alimento é uma potência para fortalecer o sistema imunológico. Rico em vitamina A, E e C, o alho é um poderoso antioxidante, e ajuda a reduzir o muco nos pulmões, combatendo tosse e bronquite. Para algumas pessoas, o alho é um alimento indigesto, mas isso pode melhorar sensivelmente se cortarmos o dente de alho ao meio e retirarmos o broto, com a pontinha de uma faca, conforme vemos na imagem ao lado. Isso tornará o sabor delicioso do alho um pouco mais suave e evitará efeitos colaterais para as pessoas sensíveis a esse vegetal.

GRÃOS - Feijão, ervilha, grão de bico, lentilha são poderosas fontes de zinco e podem auxiliar imensamente na prevenção de gripes e resfriados, fortalecendo o sistema imunológico. Além de saborosos, esses grãos podem ser consumidos das mais variadas formas. 

OLEAGINOSAS - Castanha do Brasil, castanha de caju, nozes, amêndoas, sementes de girassol (confira AQUI uma receita de suco detox com semente de girassol), são riquíssimos em vitamina E, que ajudam a combater a diminuição natural do sistema imunológico que ocorre com os idosos.

SALMÃO - Peixe rico em ômega-3, ajuda a manter a saúde cardiovascular, além de favorecer o sistema imunológico. O ômega-3 pode ser encontrado em outros peixes, sobretudo nos de águas frias. Pode ser encontrado no azeite de oliva também, mas a concentração é maior no salmão.

Estes são apenas alguns dos alimentos que podem contribuir melhorando o nosso sistema imunológico. há outros tantos e é sempre bom pesquisar e se informar sobre o assunto. Vale a dica de sempre variar os alimentos e servir pratos coloridos, pois estes são os que possuem uma variação maior de nutrientes e, por isso manterão uma boa saúde. 
Abaixo deixo um vídeo com algumas dicas.

Nhoque de Abóbora Cabotiá

Nhoque de Abóbora Cabotiá

Para quem aprecia cuidar da saúde sem abrir mão do sabor, essa deliciosa receita de nhoque de abóbora cabotiá será um presente.



Quem, assim como eu, ama um bom nhoque de batata, não pode deixar de experimentar essa versão de abóbora cabotiá (ou moranga cabotiá para os gaúchos). É uma receita que, além de deliciosa, é muito nutritiva, pois a abóbora cabotiá possui uma alta concentração de betacaroteno, que é convertido em vitamina A no organismo. Além disso, é rica em vitaminas do complexo B e vitaminas C e E. 


Fica muito bem acompanhada de uma carne de panela ou simplesmente com um molho ranco ou de tomate da sua escolha, mas o meu acompanhamento preferido para esse nhoque de abóbora cabotiá é ensopado de frango com ervilha. Confira a receita.

INGREDIENTES:

  • 1 unidade média de abóbora cabotiá;
  • 2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 ovo;
  • 200 g de mussarela ralada;
  • 350 g de molho de tomate coringa, ou outro molho de sua preferência;
  • 1/2 xícara de queijo parmesão ralado;
  • sal a gosto.


MODO DE PREPARO:

  1. Cozinhe a abóbora e, após escorrida, deixe-a esfriar.
  2. Passe a abóbora cozida por um espremedor ou peneira, para formar um purê.
  3. Adicione o ovo, a farinha, a mussarela e o sal. Misture tudo para que forme uma mistura homogênea.
  4. Se você não tiver uma nhoqueira (na minha cidade encontrei na Comfrio, não foi caro), faça os rolinhos de massa sobre a mesa enfarinhada e corte em pequenos pedaços.
  5. Cozinhe em água fervente até que os nhoques venham à superfície e retire-os com uma escumadeira.
  6. Cubra com o molho da sua preferência, e com o queijo parmesão ralado.
  7. Sirva e bom apetite.

Caldo Verde - Portugal

Caldo Verde - Portugal

Essa receita de Portugal vai alegrar as suas noites de inverno. Experimente esse saboroso caldo verde. Você não se arrependerá.


Uma ótima pedida para as noites mais frias, que em breve chegarão, esse caldo verde é um prato tradicional em Portugal. Geralmente é consumido com broas tipo Avintes (casamento perfeito). 


Você deve estar se perguntando por que caldo verde? Eu respondo: porque a couve é acrescentada por último ao prato, o que faz com que não cozinhe em demasia, mantendo assim a sua cor verde.
Então vamos à receita desse delicioso caldo verde de Portugal.

INGREDIENTES:


  • 650 g de batata;
  • 250 g de couve cortada em tiras beeeem fininhas;
  • 1 cebola picada;
  • 20 ml de azeite de oliva;
  • 2 litros de água;
  • 2 dentes de alho picado;
  • sal a gosto;
  • 1 unidade de linguiça calabresa ou paio cortada em rodelas finas (se preferir pode substituir por chouriço);
  • temperos da sua preferência.

MODO DE PREPARO:


  1. Refogue a cebola e o alho até que fiquem bem douradinhos.
  2. Acrescente a água e o sal e deixe ferver.
  3. Adicione as batatas cortadas em rodelas e deixe ferver até que elas se desmanchem. A linguiça calabresa ou paio pode ser cozida junto com as batatas para conferir mais sabor ao caldo.
  4. Caso alguma batata se mantenha inteira após o cozimento, retire a linguiça, desmanche as batatas com um mixer ou com um liquidificador  e, após devolva a linguiça ao purê resultante.
  5. Leve tudo ao fogo para apurar mais um pouco.
  6. Retire os talos das folhas de couve, faça um rolo com elas e corte em fios bem fininhos. Deixe de molho e vá trocando a água até que não fique mais esverdeada. Esse processo pode ser feito no início, reservando-se a couve para o final.
  7. Desligue o fogo, acrescente a couve e tampe a panela por alguns minutos, para que a couve cozinhe sem perder a sua cor viva.

E está pronto o seu caldo verde, finalize em seu prato com um fiozinho de azeite de oliva, e sinta-se em Portugal. Bom apetite!

Ravióli de Queijo - Massas - Itália

Ravióli de Queijo - Massas

Ei, você, apaixonado pela gastronomia da Itália e por suas massas, você não resistirá a esse magnífico ravióli de queijo. Experimente!



Aos aficionados por queijo, asseguro que essa receita de ravióli  é um presente dos deuses (e da Itália) e, acredite, muito fácil de fazer. E o melhor de tudo, com essa receita você pode fazer todos os tipos de massas. 


O que devemos levar em consideração ao usarmos os ingredientes é que as farinhas variam em termos de umidade, assim como os ovos variam no que se refere ao tamanho. Por isso, recomendo que se batam os ovos levemente e se vá acrescentando aos poucos à farinha. A massa não precisa ficar muito dura, mas também não pode ficar mole. Então vamos à receita de ravióli de queijo.
Ravióli de Queijo - Massas

INGREDIENTES PARA A MASSA:


  • 400 g de farinha de trigo;
  • 4 ovos;
  • sal (para colocar na água).

INGREDIENTES PARA O RECHEIO:

  • 400 g de queijo mussarela ralado;
  • 200 g de requeijão Catupiry em bisnaga.

MODO DE PREPARO:

Ravióli de Queijo - Massas
  1. Coloque a farinha de trigo em uma tigela e vá misturando os ovos batidos aos poucos.
  2. Transfira a massa para uma mesa e sove-a até que fique lisa e homogênea.
  3. Deixe a massa descansar por aproximadamente 20 minutos
  4. Misture a mussarela ralada com o requeijão cremoso e reserve para o recheio.
  5. Com um rolo, abra a massa em forma de pequenos retângulos, coloque o recheio, dobre e feche com um garfo.
  6. Cozinhe em água salgada fervente.
  7. Sirva como o molho de tomate coringa (receita AQUI).
Procure não abrir a massa toda de uma vez. Vá pegando pequenos punhados e o restante deixe coberto por um pano limpo molhado, para que a massa não resseque.
Você pode utilizar uma forma de ravióli para dar um toque mais profissional. Para quem mora em Florianópolis e região, recomendo a Loja do Turco. Comprei a minha lá e paguei barato por ela. Abaixo, deixo um vídeo mostrando como usar a forma.

Pão de Hambúrguer

Pão de Hambúrguer

Uma boa receita de hambúrguer começa sempre pelo pão. Experimente essa receita de pão de hambúrguer e surpreenda amigos e familiares.



Macio e muito saboroso, esse pão dará ao seu hambúrguer um toque todo especial. Fará sucesso entre os seus amigos e familiares. É uma receita de fácil execução, sem nenhum ingrediente complicado ou difícil de conseguir. A farinha de trigo, contudo, deve ser de boa qualidade. Acredite, isso fará toda a diferença. 


Tenho usado as farinhas das marcas Nita ou Anaconda Premium, e tenho obtido bons resultados nessa receita de pão de hambúrguer, e em outras. Você pode experimentar também uma farinha importada, as italianas são ótimas.

INGREDIENTES:

Pão de Hambúrguer
  • 650 g de farinha de trigo;
  • 350 ml de água;
  • 12 g fermento biológico seco;
  • 30 g de açúcar refinado;
  • 30 g de manteiga sem sal;
  • 30 g de nata;
  • 15 g de sal;
  • 30 g de leite em pó;
  • gergelim para finalizar (opcional).

MODO DE PREPARO:

  1. Misturar o fermento seco com a farinha e, após adicionar todos os ingredientes secos.
  2.  Acrescentar a água aos poucos.
  3. Depois que a massa incorporar bem a água, acrescente a manteiga e a nata.
  4. Sovar por 15 a 20 minutos, até que a massa fique bem homogênea e bem lisinha.
  5. Deixar a massa descansar até dobrar de volume.
  6. Dividir a massa em bolinhas de 100 g cada (ou 200 g se você quiser pães maiores para xis), colocar em forma untada e deixar crescer novamente.
  7. Pincelar com uma mistura de água e ovo batido e jogar gergelim por cima (essa parte é opcional).
  8. Assar a 180 graus. O tempo vai variar de acordo como seu forno.
Você pode montar o seu lanche com o hambúrguer de carne moída ou vegetariano, tomate, picles, alface (com rúcula também fica muito bom), queijo. Não esqueça de colocar um pouquinho do molho de tomate coringa, ficará muito bom. Mas tudo ficará mais saboroso com esse pão de hambúrguer, claro. Uma dica é acrescentar cebola caramelizada. Fica uma delícia!